Começa amanhã: Festival Latinidades realiza 13ª edição totalmente on-line

O Festival Latinidades, o maior festival de mulheres negras da América Latina. A 13ª edição do festival, com a parceria da Converse, tem o tema 'Utopias Negras' e homenageará: Mãe Dalva Damiana, da Irmandade da Boa Morte, na Bahia; a voz do milênio, a cantora carioca Elza Soares; e a artista Elisa Lucinda, do Espírito... Continuar Lendo →

Mandela Day 2020: Aspen Pharma realiza ação social para mulheres refugiadas

Esse ano ação à distância promove doação de recursos para empresa de impacto social Mulheres do Sul Global Embalado pelos movimentos antirracistas ao redor do mundo, o dia 18 de julho celebra a memória e nascimento de Nelson Mandela, um dos mais significativos presidentes da África do Sul e líder do movimento contra a segregação... Continuar Lendo →

28 Jun: Hoje é dia de luta

Hoje é dia de sangue. Luta, bravura, medo, covardia. O hoje, outrora, eram outros tempos. Décadas e vidas atrás, também foi um dia de luta, também foi um dia de sangue. Uma agonia crescente, uma dor pungente. Um som guturante que assombrou noites insólitas, rompeu o peito. A força e a vontade eram tão grandes... Continuar Lendo →

Não é assédio, é importunação sexual

Atos libidinosos contra a vontade, muito comum em baladas e no carnaval, são caracterizados por importunação sexual, com pena maior do que assédio Nesse carnaval, assim como nos últimos anos, tornou-se comum encontrar mulheres com camisetas, tatuagens e cartazes com os dizeres “não é não”. A campanha é uma das inúmeras, deflagradas por movimentos da... Continuar Lendo →

Contos de Mandy – a vizinha parte II

Respirei calmamente, fechei os olhos e senti o quanto a boceta dela estava quente entre os meus dedos lubrificados com creme vaginal. O pulsar do sangue acelerou durante as pequenas frações de segundos que me detive pressionando seu clítoris. Mantinha esses movimentos e pressionava seu clítoris, a cada nova investida o pulsar aumentava. Luiza suspirou.... Continuar Lendo →

Escorpião, amor ou ódio?

Texto: Claudia Pereira Todo mês de novembro é a mesma coisa. Completar anos e fazer o famoso balanço existencial. A gente passa horas intermináveis tentando resolver questões que não conseguimos resolver o ano todo. Sim, isso é coisa de mulher com um agravante de ser ainda escorpiana. Porque toda escorpiana que se preze ama complicar... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑